CBC proíbe utilização de bicicletas de estrada com feio a disco

72973204

Na manha da sexta-feira 15/05/2015 a Confederação Brasileira de Ciclismo comunicou através de seu site, informações sobre a utilização de bicicletas com freio a disco, na disciplina de Estrada, em qualquer categoria ou classe de competição (regional, estadual ou nacional), tendo em vista a avaliação da UCI onde está terminantemente proibida pela União Ciclística Internacional e, consequentemente pela Confederação Brasileira de Ciclismo (CBC) assume essa nova postura.

A CBC esclarece que no Brasil, a utilização de bicicletas com freio a disco na disciplina de Ciclismo de Estrada só estará liberada após a aprovação do seu uso feita pela UCI, tendo estas modificações implementadas nos regulamentos oficiais da entidade internacional.

 

Fonte original: http://www.cbc.esp.br/default/noticias.php?m=geral&n=9738

Entrevista com Klenilson Bike Fit

Entenda um pouco mais sobre o Bike Fit

Soelito Gohr é medalha de prata no campeonato mundial de pista na prova de SCRATCH

11108948_998946453450518_3126159648078536877_nHoje o Brasil está em festa, pois mais uma vez subiu ao pódio pela modalidade de ciclismo paralímpico. Desfrute BestAusCasinos

melhor site Australian casino! Soelito Gohr conseguiu a medalha de prata no campeonato mundial de pista na prova de SCRATCH, em Apeldoorn na Holanda.
O que dizer dessa conquista? “Eu já sabia?” Jamais!
A cada ano são novos desafios e outras dificuldades a superar, mas sua determinação é que o leva a subir os degraus do pódio e nos enche de orgulho, parabéns Sôe… Todos aqui estão te esperando pra vc nos contar em detalhes mais uma vez como foi a prova e o campeonato.

 

Créditos: Marcia Appel

Brasileiro Willian Chiarello vence a primeira etapa da Volta Ciclística do Uruguai

4O Brasil começou muito bem a Volta Ciclística Internacional do Uruguai. A primeira etapa, realizada nesta sexta (27), foi vencida pelo brasileiro Willian Chiarello, da equipe Dataro/Bottecchia/Gigantec, que se tornou o primeiro líder da competição.

A etapa entre as cidades de Maldonado e Minas, teve um percurso de 120km. Chiarello venceu após cruzar a linha de chegada isolado dos seus adversários com o tempo de 2h38min52s. O segundo posto foi conquistado pelo uruguaio Mathias Presa, da C.C. Cerro Lago, seguido pelo argentino Laureano Rosas, da Emp. San Jose. Os dois atletas terminaram a 52 segundos do brasileiro.

Com a vitória Chiarello assume a camiseta de líder geral da competição. Entre as equipes, a Dataro/Bottecchia/Gigantec também conquistou a liderança. Além da equipe paranaense, outras duas equipes brasileiras participam da competição: Funvic/São José dos Campos e Avaí Florianópolis.

 

Etapas da Volta Ciclística do Uruguai:

1ª etapa – Maldonado / Minas – 120 km
2ª etapa – Minas / Rocha – 171 km
3ª etapa A – Treinta Y Tres / Melo – 115 km
3ª etapa B – Melo – 12 km (crono por equipe)
4ª etapa – Tacuarembó / Tacuarembó – 106,3 km
5ª etapa – Tacuarembó / Durazno – 180 km
6ª etapa – Durazno / Santa Lucía – 150 km
7ª etapa – San José / Colonia – 120 km
8ª etapa – Colonia / Mercedes – 184,1 km
9ª etapa – Fray Bentos – CRI – 22,3 km
10ª etapa – Cardona / Montevideo – 191,2 km

 

ASSESSORIA DE IMPRENSA
CONFEDERAÇÃO BRASILEIRA DE CICLISMO
Publicada: 27/03/2015às 15:02:21

Cocuzzi conquista ouro para o Brasil na prova de XCE do Pan-Americano de MTB

3O brasileiro Luiz Henrique Cocuzzi, 21 anos, conquistou nesta sexta, 27 de março, a primeira medalha brasileira no Campeonato Pan-Americano de Mountain Bike 2015, que está sendo realizado em Cota, na Colômbia, e segue até domingo (28). Coccuzi foi o mais rápido da prova de XCE (Cross Country Eliminator), superando atletas da Venezuela e Colômbia na grande final.

Atual campeão brasileiro de Mountain Bike XCO Sub-23, Cocuzzi fez valer o seu grande talento e conseguiu realizar uma prova de XCE impecável. Muito agressivo em suas baterias, o brasileiro não se deixou abalar pelo pneu furado na fase inicial e superou todos os adversários em uma final emocionante, conquistando a medalha de ouro para o Brasil. Em segundo lugar terminou o venezuelano Yonathan Mejia, seguido pelo colombiano Juan José Carreiro.

“Foi um dia que jamais esquecerei na minha carreira. A prova aconteceu cheia de surpresas, mas graças a Deus consegui completar com o meu objetivo conquistado. Ofereço essa medalha para toda a minha família e amigos que sempre me apoiam. Agradeço a CBC e a Caixa Econômica Federal por me darem essa oportunidade e acreditarem no futuro do nosso Mountain Bike”, destacou o atleta.

Cross-Country Eliminator

A prova de Mountain Bike XCE (Cross-Country Eliminator), segue algumas características bastante peculiares. O trajeto geralmente é mais curto e inclinado em relação ao XCO, e os atletas iniciam a competição com uma volta contra o relógio para registrar a primeira classificação preliminar. Após a fase inicial, os pilotos são agrupados em várias baterias eliminatórias até restarem apenas quatro ciclistas para disputarem a grande final.

“O Cocuzzi têm muita potência explosiva e resistência aeróbica. O XCE é uma prova que exige muito essas características, além de uma pilotagem agressiva. Ele fez bonito e mereceu o resultados. Estamos todos felizes com essa medalha de ouro”, declarou Carlos Polazzo, técnico da seleção.

A Seleção Brasileira de Mountain Bike volta a competir neste sábado (28) com o piloto Lucas Bertol, que estará competindo na prova de Downhill. No domingo (29), as equipes brasileiras de XCO masculino Elite e Sub-23 entram em cena com os atletas Henrique Avancini, Frederico Nascimento, Sherman Trezza, Rubens Donizete, Ricardo Pscheidt e Luiz Henrique Cocuzzi. A equipe de XCO feminino Elite será composta por Raiza Goulão, Isabella Lacerda e Erika Gramiscelli. A comissão técnica é formada pelo técnico Carlos Polazzo, o dirigente Ruy Avancini e o mecânico Eduardo Oliveira.

ASSESSORIA DE IMPRENSA
CONFEDERAÇÃO BRASILEIRA DE CICLISMO
Publicada: 28/03/2015às 02:12:59

Paraciclista Lauro Chaman volta a ser destaque no Mundial de Pista

O paraciclismo brasileiro voltou a conquistar resultados positivos na Holanda, onde está sendo realizado o Campeonato Mundial de Pista. A competição começou na última quinta (26) e segue até domingo (29). Neste sábado, os brasileiros competiram na prova de Perseguição Individual pela classe C5, garantindo a quarta colocação com o ciclista Lauro Chaman.

Lauro já havia conquistando um bom resultado na sexta, durante a sua participação na prova do 1Km Contra-Relógio, quando terminou na décima colocação. Mas neste sábado, Lauro Chaman chegou muito perto de conquistar uma medalha ao completar a prova de Perseguição Individual na quarta colocação.

“Cheguei muito perto do pódio. Foram pouco mais de quatro segundos que me tiraram o bronze. Estamos na briga direta pelas primeiras colocações e isso demonstra o nosso potencial. Amanhã vamos com tudo na prova de Scratch”, comentou Lauro.

Já Soelito Gohr, atual campeão mundial de Scratch, finalizou a prova na oitava posição. A medalha de ouro ficou com Michael Gallagher, seguido por Alistair Donohoe, ambos da Australia. Yehor Dementyev, da Ucrânia, completou o pódio.

O encerramento do Campeonato Mundial de Paraciclismo de Pista acontece neste domingo. A seleção estará competindo na prova de Scratch, onde defenderá o título mundial do atleta Soelito Gohr. “É uma grande responsabilidade defender um título mundial, mas estou preparado e pronto para a competição”, declarou Soelito.

 

ASSESSORIA DE IMPRENSA
CONFEDERAÇÃO BRASILEIRA DE CICLISMO
 
Publicada: 28/03/2015às 20:03:14

Brasil permanece na liderança individual e por equipes da Volta Ciclística do Uruguai

Com uma excelente apresentação na primeira etapa, Willian Chiarello, da equipe Dataro/Bottecchia/Gigantec, segue como líder geral da Volta Ciclística Internacional do Uruguai. A segunda etapa, realizada neste sábado, 28, foi vencida pelo argentino Francisco Chamorro, que representa a equipe brasileira Funvic/São José dos Campos.

A competição iniciou na última sexta (27) e terá dez etapas, terminando no dia 5 de abril. Com um forte Sprint, o argentino Francisco Chamorro conquistou a primeira colocação após percorrer 171,1km entre as localidades de Minas e Rocha. A equipe Funvic ainda contou com o atleta Roberto Pinheiro na quarta colocação.

“Foi uma etapa difícil, mas chegamos bem e conseguimos conquistar esta vitória para São José dos Campos. Gostaria de agradecer a todos os meus companheiros de equipe que foram fantásticos e me trouxeram para o sprint final”, declarou o campeão.

Chiarello segue na liderança geral com 58 segundos de vantagem sobre o segundo colocado. Entre as equipes, a liderança também é do Brasil com a equipe Dataro/Bottecchia/Gigantec.

A terceira etapa acontece neste domingo entre as localidades de Aigua e Treinta y Três, com um percurso de 127,4km.